domingo, 16 de junho de 2013

Winning Eleven / Pro Evolution Soccer para Playstation 2

A série Winning Eleven, ou posteriormente passou a chamar-se Pro Evolution Soccer, sempre foi destaque. Lembrando que o jogo é desenvolvido pela Konami e diversas parcerias. A Konami sempre travou uma batalha séria com a Eletronic Arts quando tratava-se de jogos de futebol. Lembrando nos tempos de 16 bits enquanto a EA Sports lançava FIFA, a Konami lançou o International Superstar Soccer. E a partir daí a briga entre as duas empresas foi só aumentando.
     
      Mas tratando-se do PS2, muitos dizem que a Konami levou a melhor nos jogos de futebol. Apesar dos jogos possuírem menos equipes e uniformes não oficiais, destacou-se muito pela jogabilidade, gráficos e a diversão. Todas as versões a medida que o player vai conquistando WE/PES points pode adquirir mais equipes clássicas (Brasil, Itália, Inglaterra, Alemanha, França, Argentina) e adquirir jogadores aposentados, ou que estão em equipes que o jogo não possui.

Winning Eleven 6













 Esse é um dos jogos que considero bem abaixo do Fifa. O jogo possui bons gráficos pra época que foi lançado, mas a jogabilidade é bem dura. Possui as principais seleções do mundo e as principais equipes da Europa e alguns times sul-americanos. Mas o grande problema é que a maioria dos jogadores não possuem o nome real! Por exemplo: Ronaldinho é Naldorinho, Ronaldo é Ranoldo, Kaká é Koko. O jogo possui duas equipes brasileiras: Vasco (Selvas) e Palmeiras (Mato Grosso). O modo master league peca pela falta de liberdade em relação às versões posteriores. Pois independente do time que escolher irá iniciar começar com os jogadores genéricos ou pode-se dizer padrões. Sem falar que o mínimo de duração de cada tempo é 10 minutos. Então uma partida pode chegar a durar 20 minutos no mínimo. Outro ponto negativo é que todos os times tem nomes genéricos


Winning Eleven 8













O jogo melhorou em alguns aspectos em relação aos gráficos e jogabilidade. Possui todas as equipes da liga alemã, liga italiana, liga espanhola, liga inglesa e liga holandesa. O modo master league é melhor que a versão citada anteriormente. Apesar da jogabilidade ter melhorado, algumas coisas incomodam bastante o jogador. Quando é necessário bater uma falta e precisa fazer um passe pra um lado bem extremo, suponha que seja a esquerda; a bola muitas vezes vai reta e em direção à barreira. Outra coisa que achei difícil de acostumar foi com a visibilidade do jogo. É um pouco mais poluída que as versões anteriores, mas com o tempo você pode acostumar. A única equipe brasileira que o jogo possui é o Cruzeiro (Belo Horizonte), que foi campeão da Tríplice Coroa em 2003, ganhando campeonato mineiro, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Recentemente foi realizada uma pesquisa sobre quais foram os 100 melhores jogos lançados para o console e WE 8 (ou Pro Evolution Soccer 4) ocupa o 6º lugar. Não concordo, mas...


Winning Eleven 9













Poucas melhoras nos gráficos, mas a jogabilidade ficou mais dura e a dificuldade jogo aumentou em relação à versão anterior. O que é notável é que a arbitragem é extremamente rigorosa! Chega a irritar! Qualquer toque chega a ser considerado falta. A única equipe brasileira é o São Paulo (Caopaolo)


Pro Evolution Soccer 2007


A partir daí a imprensa mundial destacou que esse jogo supera Fifa. E Concordo. Na parte gráfica os estádios estão com bandeirões sobre as pessoas, torcidas uniformizadas; as vezes tem muita neve no campo que a bola fica pouco visível. A jogabilidade ainda peca um pouco mas pra compensar a dificuldade do jogo não é tão grande quanto nas versões anteriores. O mais legal é que o jogo permite que você monte a sua própria equipe caso não se contente com o que tem no jogo. Não tenho certeza, mas acredito que há cerca de 20 slots para criar times. A única equipe brasileira é novamente o São Paulo campeão da Libertadores de 2005.

Pro Evolution Soccer 2008


Aí o jogo começou a se perder na minha opinião mantendo a liga holandesa e excluindo a Liga Alemã. Existe um campeonato com 18 times genéricos (Equipe A, Equipe B etc), que podem ser editados, como no PES 6. Isso acontece de fato que a Konami não conseguiu a licença da Bundesliga. No entanto, a maioria das pessoas usam esses times para fazer seus próprios, usando patchs ou modificando-os sem ajuda. Única equipe Brasileira é o Internacional campeão da Libertadores e do Mundial em 2006.

Pro Evolution Soccer 2009


 Primeira vez que aparece o modo Rumo Ao Estrelato! Nesse modo o player cria um jogador e tem que fazer a carreira conquistando títulos e prêmios nos clubes que joga e na seleção.Outra coisa que aparece pela primeira vez é o idioma em português!!! É de portugal, mas já quebra um galho para quem tem dificuldades com as barreiras linguíticas.Única equipe Brasileira é o Internacional.

Pro Evolution Soccer 2010 


Esse é especial pra mim! Foi o jogo que veio com meu PS2! O jogo basicamente é uma atualização do PES 2009, porém destaca-se com a licença adquirida da UEFA Champions League. Com direito à aquela linda abertura e aquela trilha dos jogos da Champions.

Pro Evolution Soccer 2011


O jogo deu uma pequena melhora gráfica, na jogabilidade e uma grande mudança na Liga Master. Agora as equipes possuem patrocinadores com cláusulas específicas, por exemplo: Se conseguir 5 ou mais vitórias ganha-se um bônus de 500 mil! Ás vezes, quando contrata-se um jogador de grande nome mundial, por exemplo Cristiano Ronaldo ou Messi, é muito comum aparecer uma cláusula assim: Ganha-se 4 milhões se Cristiano Ronaldo (ou Messi) jogar 30 ou mais partidas. Então muitas vezes não será fácil poupar um jogador importante e este correrá risco de ter uma lesão. A versão tem dois novos modos: Copa Libertadores com todos os times licenciados , e o modo Jogador Mundial, que é muito parecido com o modo Rumo Ao Estrelato, mas nele o player assume um jogador de uma equipe, por exemplo o Messi; e precisa conseguir os títulos e os objetivos da temporada. O mais interessante é que a única equipe brasileira que pode participar da Master League é o Internacional. Pela primeira vez o jogo tem uma narração brasileira, que ficou a cargo de Sílvio Luiz e Mauro Betting (narração que continua sendo opção nas recentes versões).


PES 2012 e PES 2013 foram apenas atualizações em cima do PES 2011. Mas vale lembrar que criou-se uma expectativa muito grande acerca do PES 2013. Pois nos Playstation 3 e X-Box 360 tiveram os times da liga portuguesa e da liga Brasileira. Então, muitas pessoas já estavam imaginando jogar com os times da Liga Brasileira na Master League. Mas infelizmente os jogadores do Play 2 frustraram-se pois além do jogo ter sido lançado cerca de 2 meses mais tarde em relação o PS3 e X-Box 360 não tiveram essas duas ligas. 


Créditos: colaboração de Marco Antonio que fez a análise do PES

Nenhum comentário:

Postar um comentário